L! Espresso: “Fla quer voltar a ser o ‘dono’ do Maraca. Mas só por 4 anos?”

Animado com os bons públicos dos últimos jogos como mandante, o Flamengo quer voltar a ter o Maracanã como sua casa. Diante da indefinição do governo do Rio sobre o futuro de uma nova concessão do estádio, o clube reabriu negociações de um novo contrato com o consórcio comandado pela Odebrecht. A ideia é fazer um acordo de mais longo prazo – no mínimo quatro anos – mas com uma cláusula de saída bem estruturada, evitando prejuízos em caso de uma reviravolta na administração do estádio. A formatação do negócio passa, ainda, pela definição de uma nova política de preços de ingressos. Valores mais baixos cobrados nos confrontos contra o América-MG e o Internacional garantiram a presença de mais de 100 mil torcedores e um faturamento maior do que vinha sendo obtido nos jogos na Ilha do Urubu, com preços mais altos. Mais de 46 mil ingressos foram vendidos de forma antecipada para a partida de hoje contra a Ponte Preta pela Copa do Brasil, restando apenas 10 mil para completar a carga total.

Reprodução: L! Espresso | Lance!

O post L! Espresso: “Fla quer voltar a ser o ‘dono’ do Maraca. Mas só por 4 anos?” apareceu primeiro em Coluna do Flamengo - Notícias, colunas, contratações, jogos e mais.



from Coluna do Flamengo – Notícias, colunas, contratações, jogos e mais https://ift.tt/2I7fyAU

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Goleiro da França e mais dois capitães de seleções assinam petição por liberação de Guerrero

Rodrigo Mattos: “Na Copa, CBF é a federação que mais desfalca times no ‘período Fifa’”

Flamengo tem retrospectro positivo contra o River Plate

Fla começa no CBLOL reeditando final do Circuito Desafiante contra a IDM Gaming; veja tabela

Conheça Matheus Thuler, zagueiro titular do Fla contra o Atlético-MG

Jogadores do Fla estão preparados para qualquer adversário, garante Everton Ribeiro

André Rocha: “River Plate “arame liso” salva um Flamengo ciente do seu tamanho na América”

Fla enfrenta Atlético-MG com 12 garotos formados na base

EI: “Cuéllar ‘desarma’ perguntas inusitadas com bom humor: o volante do Fla como você nunca viu”